segunda-feira, 30 de abril de 2012

Como as mulheres se vestiam na época do Brasil colonial


O calor beirava os 40 graus. As ruas eram ‘‘pavimentadas’’ com lama e pedregulho. De um lado, as índias passeavam com suas ‘‘vergonhas’’ à mostra. Do outro, senhoras de fino trato desfilavam debaixo de panos e anáguas com seus pesadíssimos e acalorados vestidos europeus.
A história do vestuário nacional confunde-se com a própria memória da vida privada do país. Afinal, as roupas fazem parte dos costumes e da cultura, e o estilo é o reflexo de uma época.
O passeio pela história da moda no país revela aspectos interessantes sobre o cotidiano desde a colônia até os dias de hoje. Enquanto algumas peças parecem incrivelmente atuais, outras indicam hábitos comuns durante épocas, mas que atualmente provocam estranheza.
Naquela época muitas vezes as vestimentas poderiam fazer a imagem de uma pessoa, como por exemplo, o dourado que significava status, ou os longos vestidos, que quanto mais luxuosos e acompanhados por acessórios como luvas e chapeis penosos significava que era uma mulher apossada de bens, que era refinada e que convivia com pessoas do alto padrão da sociedade daquela época.
Os leques, que mais tarde se tornaram comuns, eram usados peças mulheres como instrumento de sinais, os gestos feitos com o leque poderia significar sentimentos ou comunicações que acontecia entre mulheres em um banquete por exemplo.
As mulheres negras se vestiam de acordo com seu trabalho,geralmente aquelas que trabalhavam de baba para os seus senhores possuiam um armário mais diverso.


Fonte: http://www.fashionbubbles.com/historia-da-moda/a-moda-em-500-anos/


8 comentários: